Vaso para Orquídea

Qual o Melhor Vaso para Orquídea?

Você já reparou que na grande maioria das vezes, quando a gente compra uma orquídea, ela quase sempre vem em vasos de plástico? Mas isso não significa que o plástico seja o melhor vaso para orquídea.
As orquídeas costumam vir em vasos plásticos pois facilita o transporte, é barato, leve e também facilita a rega.

Mas caso você esteja montando um orquidário ou esteja querendo cuidar melhor das suas plantinhas, talvez seja hora de descobrir quais são os vasos ideais para orquídeas e trocar a sua flor de casa.

Rega da Orquídea

A Necessidade de Água da Orquídea

Antes da gente falar sobre o melhor vaso para orquídea, é importante ressaltarmos alguns pontos em relação à necessidade de água da flor.
A orquídea é uma planta que não precisa de água constantemente. Ela precisa de alguns dias secos e alguns dias úmidos para evitar que suas raízes fiquem doentes.
Essa é uma informação importantíssima na hora de descobrir qual o vaso ideal para orquídea, já que o vaso vai influenciar no substrato e também na quantidade de regas.

Tipos de Vaso para Orquídea

Vaso de Plástico para Orquídea

Como esse é o mais conhecido, e também o mais barato, vamos começar a nossa lista por ele.
Todo vaso (inclusive os de plástico) devem conter um furo na parte de baixo, para garantir que a água tenha por onde escoar e não apodreça as raízes da orquídea.
Mesmo com o furo embaixo, os vasos de plástico ainda retém bastante umidade, por isso deve ser utilizado um substrato que não retenha água.

O problema é que como o vaso é muito leve, muitas vezes torna-se melhor utilizar um substrato mais denso, que consequentemente armazena mais água. Nesse caso é imprescindível que você molhe a sua orquídea menos vezes.

Vaso de Plástico para Orquídea

Vaso de Plástico Tipo Cesto

Existe também um vaso de plastico que é bem aberto, com várias aberturas tanto em baixo como nas laterais, realmente lembrando um cesto.
Esse vaso já é mais adequado para orquídeas, já que a água tem por onde sair e as raízes conseguem respirar melhor.
Esse é um vaso especialmente recomendado para orquídeas aéreas.
A única coisa é tomar cuidado para que o substrato colocado não saia pelas aberturas, principalmente na hora da rega.
Vaso para Orquídea de Plástico Tipo Cesto

Vaso de Barro para Orquídea

Esse é um vaso bem comum e pode ser utilizado desde que se tome alguns cuidados.
O primeiro ponto a ser levado em consideração é que o vaso de barro para orquídeas é um vaso bem pesado, então pode não funcionar em alguns lugares, já que demanda uma estrutura maior para ficar aéreo.
Se você for utilizar o vaso de barro apoiado em algum lugar, sempre cheque se o furo embaixo está liberado, evitando o acúmulo de água.
Vaso de Barro para Orquídea
O vaso de barro é um vaso que acumula muita água, por isso o substrato deve ser bem levec e as regas podem ser mais espaçadas, já que ele é fresco e úmido.
Um cuidado que se deve ter ao utilizar um vaso de barro é com o adubo. Se você tem costume de adubar as orquídeas, saiba que o vaso de barro tem a tendência de acumular sais minerais, o que pode trazer um excesso de adubo para planta.
Dito isso, o vaso de barro é considerado um vaso para quem acaba se esquecendo de cuidar das orquídeas ou que acaba esquecendo de molhar vez ou outra, já que ele preserva a umidade por mais tempo.

Vaso para Orquídea de Madeira

O vaso de madeira, quando bem aberto, é uma ótima opção para quem quer plantar orquídea em vaso.
Ele acaba servindo ao mesmo propósito do vaso de plástico tipo cesto, sendo necessário regar na frequência certa e também colocar um substrato que segure um pouco mais a água.
O vaso de madeira é muito utilizado para quem quer dar um ar rústico às suas orquídeas. Além de serem muito mais bonitos que os vasos de plástico, por exemplo.
Vaso para Orquídea de Madeiraquídea em Cachepot

Vaso para Orquídea de Fibra de Coco

O vaso de fibra de coco muitas vezes é uma das opções mais usadas por quem está querendo aprender a como plantar orquídeas em vasos.
Mas ele nem de longe é a melhor opção, além de demandar alguns cuidados para que as plantas não fiquem amareladas devido aos taninos presentes na fibra do coco.
Muito tempo atrás utilizava-se muito xaxim para plantar as orquídeas, e os vasos de xaxim eram realmente maravilhosos.
Porém o xaxim entrou em extinção e por isso não pode mais ser comercializado. Como a fibra de coco tem uma aparência semelhante, começou-se a produzir vasos de fibra de coco para plantar orquídeas.
Alguns orquidófilos dizem que o vaso de fibra de coco não deve ser utilizado por causa da cola que é utilizada na montagem dos vasos, que é tóxica para a planta.
Outros acreditam que são os taninos presentes no coco que amarelam as folhas das orquídeas, mas, de qualquer forma, antes de replantar sua orquídea em um vaso de fibra de coco, você deve prepará-lo.
Para isso você terá que deixar o vaso submerso em água por no mínimo 4 dias, trocando a água a cada 12 horas.
É um trabalhão, mas vale a pena para quem gosta do visual do vaso de fibra de coco.
Além disso, antes de comprar seu vaso, é importante perguntar ao fabricante (ou consultar a embalagem) se a resina utilizada no vaso é natural. Vasos com resina sintética matam as orquídeas.

Vaso para Orquídea de Cerâmica

Os vasos de cerâmica são lindos, e por isso muita gente quer replantar as orquídeas nesses vasos para que fique mais fácil levá-las para dentro de casa para usar na decoração.
Sinto muito desapontá-los mas os vasos de cerâmica não são ideais para plantar as orquídeas.
O primeiro ponto negativo desse material é que dificilmente encontramos vasos de cerâmica com furos embaixo, então isso por si só já torna o vaso inviável.
Porém, mesmo que o vaso fosse furado, a camada de tinta que é aplicada sob a cerâmica faz com que a água não evapore, apodrecendo as raízes das orquídeas.
Orquídea em Vaso de Cerâmica
Se você está querendo decorar a sua casa com suas orquídeas usando vasos de cerâmica, você pode, por exemplo, plantar as suas flores nos vasos de plástico ou qualquer outro material adequado que citamos nesse texto e depois só inserir o vaso dentro do cachepô de cerâmica.
Quando fizer isso, evite molhar a orquídea. Leve a orquídea já úmida para o cachepô e caso seja necessário aguar a planta ainda no cachepô, o ideal é que você retire o vaso de dentro do cachepô de cerâmica, coloque a água, espere que a água seja 100% escoada e só depois volte o vaso para o cachepô.
Isso vai garantir a saúde da sua orquídea e evitar que as raízes estraguem.

Outros Tipos de Vaso para Orquídea

Várias pessoas sempre perguntam sobre outros vasos ou recipientes para orquídeas como por exemplo vasos de garrafa pet, vasos de toco de árvore ou até mesmo vasos de canecas, etc.
01
Orquídea em Cesto
Vaso para Orquídea
A regra para saber se o vaso é adequado ou não para a orquídea é:
● Deve obrigatoriamente ter um furo no fundo para que a água escoe e não fique acumulada dentro do vaso estragando as raízes;
● Caso você utilize um vaso que armazena muita água, como por exemplo o vaso de barro, você deve usar um substrato leve, que não acumule água. Isso ajuda no escoamento da água e mais uma vez evita que a orquídea apodreça;
● Caso você utilize um vaso que armazena pouca água, como por exemplo o vaso tipo cesto ou o vaso para orquídea de madeira, você deve usar um substrato que acumule um pouco mais de água, evitando que a orquídea morra por falta de água;
● Sempre regue de acordo com o tipo de material e sempre lembre-se de que a orquídea gosta de ficar algum tempo sem água, com o substrato seco;
● A adubação também deve seguir o tipo de material do vaso. Alguns materiais como por exemplo o vaso de barro absorvem os sais minerais do adubo e por isso as orquídeas devem ser adubadas menos vezes;
● Não utilize nenhum material que utilize cola ou resina sintética, já que isso pode matar a sua planta! Procure sempre materiais naturais.
Seguindo todas essas dicas eu tenho certeza que você vai conseguir manter a sua orquídea linda e viçosa, e até mesmo ver as flores de orquídeas nascerem pela segunda, terceira ou quarta vez, o que é um sonho para muita gente.
Seguindo todas essas dicas eu tenho certeza que você vai conseguir manter a sua orquídea linda e viçosa, e até mesmo ver as flores de orquídeas nascerem pela segunda, terceira ou quarta vez, o que é um sonho para muita gente.

SÓ ORQUÍDEA

Sempre trazendo conteúdos com o objetivo de compartilhar conhecimentos e experiências bem sucedidas, para que você consiga cuidar de maneira correta de suas orquídeas, para que elas fiquem sempre saudáveis lhe presenteando com lindas flores o ano inteiro.